UM MUNDO TODO MEU

Neste mundo de novidades, nesta terra de ninguém, te convido a adentrar sem pudor. Viaje de olhos abertos e asas aos ventos, porque nem tudo o que parece é, mas tudo o que é, pode parecer com você!!



quarta-feira, 8 de setembro de 2010

SONO DE VERÃO

Aquela cadeira

Te traz a mim,

Manhã de sono

Manha sem fim.



O ventilador,

Que a ti esvoaça

E os cabelos já não seguram.



A lousa,

Que tu a escreves

E prontas um vestido.



Tudo me mostras

E estás sem sentido

Abro meus olhos,

Acordo. Estava apenas dormindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário